Newsletter

Cadastre-se e receba novidades da AACC-MT

O Câncer Infatojuvenil

Tipos de Câncer

LINFOMAS

É denominado linfoma todo tipo de câncer que afeta o sistema linfático. O sistema linfático é constituído por gânglios interligados pelos vasos linfáticos que atuam na defesa do organismo contra infecções. Os gânglios linfáticos se encontram em diversas partes do corpo, tais como: pescoço, axilas e virilha. Internamente, são encontrados, principalmente, no tórax (mediastino) e abdômen.

As amídalas, o fígado e o baço também fazem parte do sistema linfático. O tumor tem início quando há uma multiplicação desordenada das células do sangue relacionadas ao sistema imunológico (linfócitos), aumentando o excesso de tecido e dando origem ao tumor. Os Linfomas são classificados em dois principais grupos:

- Linfoma de Hodgkin ou doença de Hodgkin
- Linfoma não Hodgkin

PRINCIPAIS SINTOMAS


Alguns dos principais sintomas apresentados pelos linfomas são comuns a doenças mais simples. Por isso é importante ao identificar esses sinais que se procure orientação médica pra que se possa fazer o diagnóstico correto.

- Aumento progressivo e indolor do abdome;
- Aumento progressivo e indolor dos gânglios (ínguas);
- Febre persistente sem evidência de infecção;
- Suor noturno abundante;
- Perda de peso relevante;
- Coceiras pelo corpo;
- Cansaço.




LEUCEMIA

Leucemia é uma doença que se caracteriza pelo acúmulo de células anormais, que não completaram a sua maturação na medula óssea. É na medula onde se formam as células sanguíneas. Essas células são diferentes no aspecto e não funcionam normalmente.

A presença das células anormais prejudica ou impede a formação na medula, dos glóbulos brancos (responsável pela defesa do organismo contra infecções), glóbulos vermelhos (que levam oxigênio dos pulmões para abastecer os tecidos) e plaquetas (células especializadas em estancar sangramentos). Daí o aparecimento dos principais sintomas: anemia, infecções e hemorragias. A leucemia progride rapidamente e o tratamento deve ser iniciado imediatamente após o diagnóstico.

CLASSIFICAÇÃO

Podemos classificar a leucemia em basicamente dois tipos: mielóide e linfóide. De acordo com o grau de maturação das células defeituosas a leucemia é classificada em subtipos que facilita o estudo da evolução da doença e resposta a novos tratamentos.

- Leucemia linfóide
É o tipo mais comum em crianças correspondendo a 75% das ocorrências. Conta com alto índice de cura que chega a 80% dos casos.

- Leucemia mielóide
Menos comum em crianças com índice de ocorrência em torno de 25% do total de casos de leucemia infantil.

PRINCIPAIS SINTOMAS


Alguns dos principais sintomas apresentados são comuns a doenças mais simples. Por isso é importante ao identificar esses sinais, que se procure orientação médica para que se possa fazer o diagnóstico correto.

- Falta de apetite;
- Comprometimento das ínguas;
- Aumento do baço e fígado;
- Dor nos ossos ou nas articulações;
- Palidez;
- Manchas arroxeadas;
- Sangramentos não ligados a traumas e febre;
- Febre.




TUMORES DO SISTEMA NERVOSO CENTRAL (SNC)

Com incidência maior na faixa entre 4 e 9 anos, os tumores do SNC representam 20% de todas as doenças malignas da infância. Os tumores cerebrais apresentam certas particularidades, que tornam seu diagnóstico e tratamento diferenciado com relação aos outros tipos de câncer infantil.

Por estar localizado numa área extremamente sensível e propícia ao surgimento de seqüelas físicas e psicológicas, o tratamento e acompanhamento do paciente deve ser estendido para diversas outras especialidades médicas. Como geralmente não ocorre metástase para outros órgãos, a intervenção cirúrgica com retirada total do tumor, pode ser a melhor opção de tratamento.

A não ser que a sua localização, dificulte o acesso e não permita o procedimento. Por se tratar de células que não se regeneram, normalmente não é possível, como em outros órgãos, a retirada do tecido que envolve o tumor, denominada de área de segurança, para evitar a sua volta.

PRINCIPAIS SINTOMAS

Alguns dos principais sintomas apresentados são comuns a doenças mais simples. Por isso é importante que ao identificar esses sinais se procure orientação médica para que se possa fazer o diagnóstico correto.

- Dor de cabeça;
- Vômitos;
- Náuseas;
- Convulsão;
- Alterações na fala, na marcha, no equilíbrio e na coordenação;
- Paralisia de nervos.



OUTROS

Podemos considerar, levando-se em conta o número de casos, como as principais formas de manifestações do câncer infantil os Linfomas, Leucemias e Tumores do Sistema Nervoso Central. Outras formas de neoplasias infantis ocorrem com uma frequência menor, e são passíveis dos mesmos procedimentos quanto a prevenção, tratamento e cuidados utilizados para as formas mais comuns.

Entre as principais podemos citar:

NEUROBLASTOMA (TUMOR DE GÂNGLIOS SIMPÁTICOS)
Os neuroblastomas se originam de células responsáveis pela formação de partes do sistema nervoso.Pode ocorrer em diversos áreas do organismo, desde a região do cérebro até a área mais inferior da coluna, incluindo todo abdômen.

TUMOR DE WILMS (TUMOR RENAL)
É o tumor renal mais comum em crianças correspondendo a 94,7% dos casos de câncer renal em crianças com menos de 15 anos.Normalmente, o tumor somente se desenvolve em um rim, mas em um pequeno número de casos, pode atingir os dois rins. O primeiro sinal, normalmente, é a presença de uma massa no abdômen lisa e firme, não dolorosa. Também pode ser comum apresentar sintomas como dor no estômago, febre, sangue na urina ou pressão arterial alta.

RETINOBLASTOMA (TUMOR DA RETINA DO OLHO)
Tumor que se desenvolve na retina, decorrente da mutação de um gene. O Retinoblastoma Pode aparecer como um tumor único, mas tipicamente tem múltiplos focos. O tumor pode crescer em várias direções e extensões, envolvendo o nervo óptico e o sistema nervoso central.O sintoma mais frequente é a leucocoria, um reflexo branco amarelado na pupila causado pelo tumor localizado atrás das lentes, conhecido mais popularmente como “olho de gato”. Outros sintomas comuns são: redução visual ou até cegueira, estrabismo, irregularidade na pupila e dor.

OSTEOSSARCOMA (TUMOR ÓSSEO)
O osteossarcoma é o mais comum dos tumores malignos primários dos ossos, costumam atingir as extremidades dos ossos longos, na maioria das vezes acomete o úmero e a tíbia proximais e o fêmur distal.Os sintomas mais comuns são dor localizada e inchaço do local. As metástases ocorrem principalmente para pulmões e outros ossos e geralmente dão pequenos sintomas desde um estágio precoce da doença.

SARCOMAS (TUMORES DE PARTES MOLES)
Em geral, os sarcomas de partes moles recebem o nome do tecido onde se originam, o mais comum é o Rabdomiossarcoma, o sarcoma do tecido muscular estriado, correspondendo a cerca de 50% dos sarcomas de partes moles entre crianças.A maioria dos tumores localizam-se na região da cabeça e pescoço, seguido da região genito-urinário e extremidades. A primeira manifestação da doença se dá pela presença de um tumor e os sintomas decorrem da sua localização.









e-box - Sitevip InternetSitevip Internet